Primary Menu
Primary Menu

Exibindo 81–89 de 89 resultados

Filtros
  • Vrás, de Carolina Spyer
    R$25.00
    [FRETE INCLUSO] Vrás conta com uma seleção de poesias escritas nos últimos 5 anos por Carolina Spyer. O livro se desenvolve em torno de temas como corpo, encontro e tempo, numa tentativa de experimentá-los na dimensão poética por um olhar que se volta tanto para aquilo que falta quanto para aquilo que eclode.
  • Tão miudinha, de Fernanda Sander
    R$32.00
    [FRETE INCLUSO] O livro “Tão Miudinha”, de Fernanda Sander, conta a história de uma menininha que vivia sonhando em ser e fazer muitas coisas: andar de bicicleta pelo mundo, ser piloto de avião, motorista de ônibus, ministra dos animais... Sempre que ela sonhava, um adulto a repreendia. Até que um dia, sua avó lhe disse algumas palavras muito sábias! Ela cresceu e descobriu um jeito de conseguir ser tudo isso!
  • Perímetro urbano, de Binho Barreto
    R$46.00
    [FRETE INCLUSO] Perímetro urbano reúne textos, desenhos e fotografias de Binho Barreto que falam sobre sua prática com o graffiti ao longo das duas últimas décadas. A escrita é composta por pequenos contos que relatam acontecimentos inusitados ocorridos durante as grafitagens (acompanhados por imagens dos respectivos graffitis), além de poemas e reflexões sobre desenho e cidade.
  • Performances da memória, de Monica Toledo (org.)
    R$46.00
    [FRETE INCLUSO] O encontro dos ensaios de "Performances da Memória" vem do desejo de se pensar a memória como performance. Para isso, a organizadora, Monica Toledo Silva, provocou artistas e pesquisadores que abordam o tema a partir das artes plásticas, cênicas, digitais, neurociência, psicanálise, psicologia, arquitetura, literatura, cinema e tecnologia. O resultado é um corpo histórico e fantástico, que comunica com gestos, afetos e com as teorias contemporâneas que melhor contemplam os estudos da memória.
  • O ônibus, a cidade e a luta, de André Veloso
    R$50.00
    [FRETE INCLUSO] Um livro surgido de uma inquietação se torna, quase sempre, ferramenta poderosa no debate para o qual se apresenta. Se, além disso, o livro emerge num momento tal que tenha diante de si o terreno aberto das lutas política e urbana, sua responsabilidade é imensa. Não é outro o caso de “O ônibus, a cidade e a luta”. Numa narrativa rigorosa sobre o transporte coletivo urbano no Brasil, André Veloso equilibra, em seu texto, tanto a formação e a trajetória histórica dos diversos sujeitos sociais no processo de modernização produtiva no país quanto a crescente complexidade das cidades brasileiras, de modo a alcançar uma reflexão aguda sobre oferta e demanda desse serviço essencial à dinâmica da vida urbana dos séculos XX e XXI. Escrevendo desde uma perspectiva marxiana de reprodução ampliada do capital, o livro investiga todo o acervo da pesquisa sobre o tema que já tenha se realizado nas nossas universidades, em geral referenciada ou à trajetória específica do setor de transportes ou a questões da produção do espaço, para, a seguir, se apresentar ao debate contemporâneo: o autor debruça-se com seriedade ímpar sobre os movimentos recentes pelo transporte e a história e contexto específicos do movimento Tarifa Zero BH entre os anos de 2013 e 2015.
  • Crônicas de alhures, de Luiz Guilherme Romancini
    R$36.00
    [FRETE INCLUSO] Crônicas de alhures é essa infinita rede de conexões estabelecida ocasionalmente entre indivíduos que vivem suas frustrações, alegrias, contradições, tristezas, vicissitudes. São histórias que se intercalam e se estendem, num movimento análogo a uma corrida de revezamento com bastão quando passamos imperceptivelmente a ação para o próximo, que repassa ao seguinte... Cada qual seguindo o seu caminho, munido das máscaras necessárias às relações humanas diárias.
  • Crespim, de Jussara Santos
    R$32.00
    [FRETE INCLUSO] Anjo tem sexo? Sim, pode ter. O anjinho criado por Jussara Santos não só é um menino, como tem cor e é o cabelo crespo que sugere seu nome – Crespim. As demais personagens, como sua madrinha, a anja Carlota, e o casal de enamorados – Amélia e João – também trazem na pele a descendência afro. Mas não é isso que está no centro da narrativa. O novo livro de Jussara Santos explora o universo infantil com sensibilidade e lirismo, através de uma narrativa ágil, estilo coloquial e poético, bom humor e jogos de palavras. A história, na verdade, fala de forma divertida do amor, da timidez, e de como as pessoas são diferentes. Livros como esse, que buscam a valorização da diversidade, são muito bem-vindos, pois celebram a cultura afro-brasileira no âmbito da formação da criança.
  • A verdadeira história dos botões, de Mariza Guerra
    R$40.00
    [FRETE INCLUSO] A verdadeira História dos Botões é uma fabulação em torno de ideias e de conceitos sobre patrimônios e cultura indígena. Aos botões (uma estimadíssima preferência pessoal da autora) é reservada a chave possível para tratar sobre aqueles temas em um ambiente de aventuras e até de algum suspense. Pensado preferencialmente para o jovem público leitor, o que se quer é afirmar os seus atributos de autonomia, independência e imaginação criativa e, sobretudo, neles apostar. Pelas vozes do narrador, o texto se constrói mais como um exercício de experimentações, melhor, de experimentar o pensamento na direção do outro, o leitor, com o desejo de que ele pense e reflita sobre os ensinamentos da convivência, da preservação dos patrimônios humanos e culturais e a importância das narrativas – da história, da memória.
  • Ainda, de Laura Cohen Rabelo
    R$36.00
    [FRETE INCLUSO] Empreender uma busca em que esteja em causa o próprio ato de buscar: o termo latino queste, mencionado a certa altura de Ainda, segundo romance de Laura Cohen Rabelo, pode produzir importantes iluminações sobre o que a autora parece estabelecer como seu projeto de escrita.­

Shopping cart

No products in the cart.